Um Corpo Estranho editam novo single e vídeo: “Onde Quero Arder”

Um Corpo Estranho editam novo single e vídeo: “Onde Quero Arder”

UM CORPO ESTRANHO apresentam novo single ONDE QUERO ARDER

Single antecipa lançamento de um novo trabalho de originais agendado para Setembro, que será fruto entre as editoras Malafamado e Lusitanian.

O novo single Onde Quero Arder surge no seguimento do álbum de estreia dos Um Corpo Estranho, De Não Ter Tempo, lançado em 2014 e reconhecido como uma das apostas do ano.
Onde Quero Arder é uma canção que, no fundo, pretende falar de amor mas que se perde no limbo que sobra entre as emoções e a razão, entre a pureza e a luxúria. O bem e o mal, decalcados nas suas alegorias mais clássicas, que no fundo encontram diálogo na fronteira que o corpo habita, o corpo que escolhe arder. Este lançamento é acompanhado por um novo vídeoclip produzido por GARAGEM e TOM AND JELLY, realizado por António Aleixo, com fotografia de Mário Guilherme e produção de Pedro Estevão Semedo.
Uma equipa que já assinou trabalhos para inúmeros artistas de destaque como Aldina Duarte, Aurea, Blasted Mechanism, João Gil ou Ash is a Robot.

Sobre os Um Corpo Estranho:

Os Um Corpo Estranho são João Mota e Pedro Franco.
Em conjunto, escreveram bandas sonoras para curtas metragens ou peças de dança/teatro como “A Almofada da Paula” sobre a obra da Paula Rego.
Após dois EPs, editaram o seu disco de estreia, De Não Ter Tempo, em 2014 que conta com a participação da Celina da Piedade e inclui uma versão de um tema de Madredeus caucionada por Pedro Ayres Magalhães.
Foram Novo Talento Fnac 2013 e finalistas do prémio José Afonso 2015.